Pesquisar este blog

domingo, 9 de dezembro de 2007

A arte de combinar

Quando você estiver em dúvida sobre qual o vinho certo servir com um determinado prato, aqui vai algumas dicas:
Apesar de não ser obrigatória a combinação do que beber com a comida a ser servida, é sempre bom acentuar o sabor dos pratos com uma bebida adequada, seja em uma reunião simples ou sofisticada.Os vinhos de um modo geral, combinam por afinidade ou por oposição. Assim, um vinho doce pode combinar com um prato doce ou com uma receita codimentada.
Vinhos brancos secos : são muito bem aceitos com pratos leves. Alguns brancos mais encorpados, são perfeitos com peixes fortes, aves e até uma massa.
Vinhos tintos: podem acompanhar, massas, pizzas e alguns peixes , como bacalhau. Vão bem com carnes vermelhas e pratos mais fortes. Entradas feitas com massa, exigem vinhos mais leves. Eles devem ser servidos em temperatura ambiente nos dias mais frios.
Vinhos tintos encorpados: combinam bem com carnes vermelhas e massas com molhos fortes, queijos e frios de todos os tipos.
Coqtéis, Uísques, Vodca, gim e vermutes: deve ser servidos gelados e oferecidos antes das refeições.
Conhaques e licores: São indicados para depois das refeições.
Champanhe: Quando for servi-los como aperitivo, escolha os mais secos. Essa variedade pode ser consumida durante todo o jantar, desde que não haja pratos fortes ou carnes de caça.
Recomendo: Num jantar aonde vão ser servidos muitas variedades de pratos, deve ser oferecido pelo menos duas opções de vinho, um branco e ouro tinto.
Queijos: Vale combinar queijos suaves com vinhos tintos leves, queijos com de gosto forte, tintos encorpados e queijos picantes, com vinhos brancos secos.
E não esqueça! queijos e vinhos, pedem uma boa sobremesa. A escolha é sua.
E agora que você leu minhas dicas, saboreie a bebida certa com a refeição escolhida.