Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 26 de abril de 2009

Saiba sobre a Terapia da Água

O assunto da hora é beber água para termos saúde.

É fato que o nosso corpo é formado por líquidos, cerca de 70%. Por isso, desde a infância ouvimos que beber água é essencial para a saúde, mas na prática, a coisa é diferente. Na correria do dia-a-dia, muita gente sequer toma um copo desse presente dos céus.

E acredite, por não termos o hábito de berber água, a nossa sensibilidade à sede diminui, isto é, passamos a sentir menos sede com o passar dos anos, com efeito, o processo de envelhecimeto acelera e outros sintomas aparecem, como dor de cabeça, prisão de ventre e pele seca.

Segundo a tradicional medicina indiana, a água é uma verdadeira fonte de juventude. Além de muitos outros benefícios.

Mas quanto de água devemos beber? Bom, fala-se sempre para ingerirmos até dois litros por dia, mas acredito que essa medida é bastante individual. Existem pessoas com massa corporal maior, portanto, o consumo deverá ser maior.

E como é essa água que devemos beber? Para começar, límpida, cristalina e inodora. É bom dar preferência para água mineral. Pena que é muito cara. Fala sério, aqui em Araguaína, estou pagando R$ 7,00 por 01 garrafão de 20 litros, mas da torneira nem pensar!

Outra coisa, é recomendável que evite água gelada, pois a bendita apaga a possibilidade de uma digestão saudável, ocasionando o acúmulo de toxinas dos alimentos, que não foram diregidos perfeitamente, levando-nos assim, a envelhecer.

Mas, depois que você ler toda a matéria postada aqui neste blog sobre a água, que é pura fonte de vida, certamente mudará os seus conceitos.

A seguir, trechos sobre a cura da água, publicada por uma associação japonesa.
OBJETIVO DA CURA: Tratamento das seguintes doenças.
Medicina interna: dores de cabeça, hipertensão, anemia, artrite, reumatismo, paralisia geral, obesidade, taquicardia (palpitação do coração), astenia ( cansaço geral), tosse, asma, bronquite, tuberculose, meningite, doença hepática (fígado), uropatia (rins), mipo-acide, piose gástrica, disenteria (ulceração dos intestinos), prolapso reta (queda do órgão) ,constipação, hemorróides, diabetes. Oftalmologia: menorragia ou pálmica dos olhos, astena ( cansaço na vista) Otorrinolaringologia: zumbido nos ouvidos, rinite (infecção na garganta). Ginecologia: câncer do útero, menstruação irregular, leucorréia, câncer no seio. Esta cura d água pode parecer, para alguns, inconcebível, mas os fatos comprovam que ela é fundamentada e recomendada. * Beber uma quantidade considerável de água de uma vez só, torna o cólon mais eficaz para produzir mais sangue renovado, realidade reconhecida em termos médicos como "HEMATOPOESE": formação e renovação de glóbulos sangüíneos. * Isto é possível pela ativação das dobras das mucosas que se encontram no cólon e intestino e que absorvem os elementos nutritivos dos alimentos que ingerimos e que transformam em um sangue novo e fresco. * Esta teoria foi publicada em um artigo escrito por um professor japonês de uma universidade médica, há sete anos. * Em geral devido a insuficiência do cólon, o homem sente-se esgotado, adoece e dificilmente consegue se curar. * O cólon de um adulto mede aproximadamente 2,5 cm de comprimento, podendo absorver os elementos nutritivos que o corpo recebe. Se o cólon estiver limpo então os nutrientes dos alimentos que ingerimos várias vezes por dia serão completamente absorvidos pelas dobras da mucosa do cólon que os conduz a corrente sangüínea , gerando assim um sangue novo e fresco para o organismo. * Esse sangue novo se encarregará de curar as nossas doenças e ele é considerado a principal força do restabelecimento da saúde. Em outras palavras: a terapia d água nos tornará sadios e prolongará a nossa vida.
HISTÓRIA DO AUTOR:
Eu encontrei há trinta anos, um homem de uma certa idade. Esse homem, embora bastante idoso, parecia muito robusto e de uma saúde extraordinária. Eu o saudei e perguntei-lhe se ele sofria de algumas doenças que seriam normais na sua idade. Ele me respondeu: há muito tempo eu não sofro de nenhuma moléstia. Anos atrás, quando eu tinha 20 anos sofria de gastrite (inflamação no estômago) e fiquei acamado por uns dez anos. Durante esse tempo me tratei com cinco médicos que me prescreveram todo tipo de remédios e tratamentos sem resultado. A seguir, um velho amigo meu, médico, disse-me que nenhum dos médicos poderiam ajudar-me, nenhum medicamento poderia curar-me , mas existia uma terapia que eu poderia experimentar. Perguntei do que se tratava e ele me ensinou. Todas as manhãs ao levantar não lave a boca e beba 42 onças (aproximadamente seis copos americanos- de água ou 1,3 litros), sem interrupção (um após o outro). Evite, também, comer antes de deitar-se. Ele me deixou com esses ensinamentos. Eu segui suas instruções e bebi os seis copos de água. Em menos de uma hora senti necessidade de urinar três vezes, comi meus grãos de cereais no almoço, e, há mais de dez anos nunca tinha achado tão deliciosos. Na manhã seguinte, bebi a mesma quantidade de água. Evacuei, então todos os resíduos estagnados nos meus intestinos. Estou ainda com idade de 68 anos, desde este tempo tenho sempre seguido a terapia d água e nunca mais fiquei doente, nem mesmo resfriado. Essa cura foi benéfica também para a minha família, quando os meus filhos tiveram meningite, após terem utilizado a cura da água, todos recuperaram a saúde. Minha esposa que há dez anos sofria do coração e estava muito gorda, pesando 120 quilos, após ter seguido a cura d água, em menos de dez dias toda sua doença dasapareceu. Após um espaço de dois meses, tinha conseguido emagrecer 8 quilos.
PONTOS A CONSIDERAR :
Existem alguns particulares que devemos observar a respeito da cura da água:
Uma pessoa que está doente pode achar difícil beber 6 copos de água de uma vez, mas, deve ter paciência, experimentar andar ou correr alguns momentos (entre 2 a 3 copos para o outro fazer um espaço de alguns minutos). Poderá então conseguir tomar toda a quantidade de água exigida. Após ter bebido toda a água, deve-se fazer exercícios, durante 20 minutos, seja correndo ou jopping ( pular no mesmo lugar). Uma pessoa doente que não consegue levantar-se, após tomar a água, fazer respiração profunda no leito e massagem no abdômen, o que ajuda a conduzir a passagem da água no colón, de modo a lavar as dobras da mucosa intestinal. Passado sete anos, esse professor da Universidade do Japão, publicou uma tese sobre a função da hematopoese (formação dos glóbulos sangüíneos) e até hoje, sua teoria não foi contestada. As pessoas que fazem essa terapia, podem beber durante as refeições, a bebida habitual (que está acostumado), mas, não deve tomá-la antes de duas horas após as refeições. Devem também evitar ingerir comida sólida antes de deitar-se, sobretudo massas.
ALGUMAS INSTRUÇÕES GERAIS:
O muito ou pouco de água, que se consegue tomar, principalmente no inicio, seguramente trás bons resultados. Aconselha-se aumentar aos poucos (se não se conseguir da primeira vez), até chegar aos seis copos. Aconselha-se, ainda colocar a água que se vai beber de noite, num único recipiente, de modo que os resíduos, ou elementos químicos, depositem-se, no fundo da vasilha durante a noite. É importante, após tomar água, massagear o abdômen, ou fazer ginástica. Sabendo-se, que 90% do nosso corpo é composto de água, esta terapia, não pode ser prejudicial de modo algum. Está provado que ela é benéfica.

Estou fazendo a terapia da água desde o mês passado. Foi por recomendação de uma amiga que mora em João Pessoa, Ana Eliete, ela falou tão bem, que fiquei muito curiosa, principalmente, a quando comentou sobre a redução da barriga e que essa terapia havia ajudado na cura de câncer de um amigo nosso.

Confesso que na primeira semana não foi fácil, dava até arrepio, afinal tomar 06 copos de água em jejum heim! Mas depois a gente acostuma e os benefícios, com certeza eu já estou sentindo.

E ai, depois de ler tudo isso, vai mudar de idéia? Espero de verdade que você aproveite essas informações e comece agora a incorporar esse hábito tão saudável em sua vida.

4 comentários:

Edilia disse...

Gostei muito sobre a terapia da água,
imprimi para ler com calma,pois sou uma pessoa que pouca água tomo.
Obrigado pela visita, vou adicionar seu blog para voltar outras vezes.
Edilia

Anônimo disse...

Gostei desta publicação.Fiquei sabendo da terapia da agua por minha esposa, passei a fazer o uso todas as manhãs e tenho sentido um tanto melhor. acabaram-se a prisão de ventre, problemas c/ o fígado. mas só fico preocupado com com o tanto que evacuo quando termino de beber água. alguém pode me responder se é normal?

Ana Benícia disse...

Meu amigo,
Encontrei um texto do Drauzio Varela no endereço abaixo, sobre mecanismo de evacuação, talvez o ajude a tirar dúvidas.
Mas, naturalmente, quando ingerimos água em jejum, ela também irá purificar o nosso intestino.
Além disso, se você tem o hábito de ingerir fibras,e procura ter qualidade nos alimentos que come, seu processo de digestão será considerado normal.
http://drauziovarella.ig.com.br/entrevistas/fintestino5.asp

Um abraço,

Ana Benícia

viviane disse...

Ola, recebi um pps de uma amiga a uns meses atras sobre a terapia da agua, mas so fiz um dia..rs..mas estou decidida a fazer de novo e tornar isso um habito...obrigada por postar sobre isso, com certeza esta ajudando muitas pessoas!!!